(Foto: Divulgação)

 

Acadêmicos da faculdade Unopar se reuniram no fim da tarde desta segunda-feira (11) em protesto contra o feminicídio, e violência contra as mulheres. O protesto foi motivado pela morte da estudante de direito Lidiane Oliveira, de 24 anos, ocorrido na madrugada deste domingo (10), no Jardim Carvalho.

(Foto: Divulgação)

Lidiane foi morta a facadas pelo namorado Jhonatan Campos de 22 anos. O rapaz também feriu gravemente a mãe de Lidiane, Rosa Aparecida de Oliveira, também com facadas no pescoço.

Amigos de Lidiane confeccionaram cartazes, com mensagens que reivindicavam justiça, e usaram flores, que também obtiveram um enorme significado no protesto. Paz.

Para mais informações sobre o Campos Gerais acesse o Portal A Rede clicando aqui.