Por Luiz Henrique de Oliveira

Um agente da Setran (Secretaria de Trânsito), de 57 anos, foi agredido enquanto trabalhava fiscalizando a presença de Estacionamento Regularizado (EstaR) nos carros na Rua Saldanha Marinho, entre a Fernando Simas e a Ângelo Sampaio, no Centro de Curitiba, por volta das 11h20 deste sábado. Segundo o gerente de fiscalização da Setran, Josiel Martins, a vítima foi espancada por um homem que não gostou de vê-lo anotando a placa do carro.

agressoresVítima foi agredida na mão e no rosto (Foto: Arquivo Pessoal)

“Acontece que dentro desse veículo um casal brigava. Na correria do dia a dia, o agente veio por trás, não percebeu e acabou sendo agredido por esse homem, que não gostou dele olhar a placa e também verificar a presença de EstaR no painel”, descreveu Martins à Banda B, apontando que a hipótese é de que o agressor tenha feito isso por achar que o agente queria se envolver na discussão dele com a namorada.

O coordenador da Setran contou que as agressões foram brutais. “O agressor era muito forte, vestia só uma bermuda xadrez, sem camiseta e chinelo, com porte de lutador. Ele o derrubou e deu vários chutes e socos na cabeça. Uma intolerância muito grande”, lamentou.

A filha do agente da Setran foi quem procurou à Banda B para relatar o que aconteceu, inicialmente achando que o pai tinha apanhado devido à profissão. “Ele estava trabalhando na Saldanha Marinho e quando foi chegar perto de um carro para verificar o EstaR veio um cara e começou a agredi-lo, talvez porque foi multado”, contou ela, ainda sem saber o que teria gerado a agressão.

O agente da Setran foi levado ao Hospital Evangélico e recebeu alta na tarde deste sábado. Ele deverá fazer o Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil.