Um advogado de Curitiba foi preso em flagrante duas vezes, em menos de seis horas, por embriaguez ao volante. Os casos aconteceram nesta segunda-feira (1), segundo informações da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran).

Advogado está detido na Dedetran (Foto: Banda B)

De acordo com o delegado Leonardo Carneiro, a primeira prisão aconteceu no fim da tarde. “Ele teria caído de uma motocicleta, quando a Polícia Militar realizou a abordagem e constatou a embriaguez pelo teste do bafômetro”, explicou.

No primeiro exame, a PM confirmou 0,54 miligramas de álcool por litro de ar. Levado para a Dedetran, ele foi autuado em flagrante e foi estipulada uma fiança de R$ 3 mil, que possibilitou com que ele deixasse a prisão.

Por volta da meia noite, porém, a surpresa e uma nova prisão. Desta vez, segundo Carneiro, ele estava de carro. “A Guarda Municipal recebeu um chamado de um Audi que estaria com direção perigosa, nas proximidades da Praça da Ucrânia. Novamente o bafômetro foi realizado e, agora, apontou um valor superior a 1 mg/l”, disse.

Além da embriaguez, o advogado vai responder pela ausência da habilitação em ambos os casos.

A Dedetran segue acompanhando o caso.