Um advogado de 39 anos foi preso em flagrante com um veículo furtado, na tarde de terça-feira (18), no bairro Parolin, em Curitiba. Ele disse ter comprado o carro a um preço abaixo do mercado e foi autuado em flagrante por receptação.

Carro recuperado pela polícia (Foto: Divulgação)

 

Segundo o delegado João Marcelo Chagas, da Polícia Civil do Paraná, o proprietário do carro que estava com o advogado afirmou ter sido vítima de um golpe. “Ele relatou que um homem (não o advogado) fez contato por um site de negócio se propondo a pagar um valor pela negociação de uma dívida. Como ele deu o carro e o pagamento não aconteceu, a vítima fez contato com a empresa de empréstimo e descobriu que este rapaz não era dela. Com isso, ele ficou sem o carro e o valor não foi restituído”, descreveu.

A vítima então procurou a delegacia e um alerta de furto foi dado no veículo, um Renault Kwid. Ao ser flagrado com o carro, o advogado informou que adquiriu o veículo de um terceiro, em uma oportunidade de negócio. “Ele relatou que comprou abaixo da tarefa FIP, porque precisava de um veículo de valor baixo, e então foi oferecido este Kwid” destacou.

O advogado pago uma fiança e foi liberado. A PC agora investiga o responsável pela venda do veículo e também pelo golpe contra o proprietário, que agora conseguiu readquirir o carro.