Um adolescente de 17 anos foi assassinado com cerca de 13 tiros, na tarde desta sexta-feira (3), na rua Montese, no bairro Parolin, em Curitiba. Cinco suspeitos teriam descido de um veículo Gol de cor vermelha, quatro deles armados, e efetuaram os disparos contra o menor.

Moradores avisaram a Polícia Militar e repassaram informações com possíveis apelidos dos autores, que sequer se preocuparam em esconder os rostos.

O delegado Thiago Nóbrega, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), afirma que os tiros se concentraram especialmente na cabeça da vítima e que, segundo vizinhos, o garoto era tranquilo. “Foram cerca de 13 tiros com arma calibre 380., diversas perfurações pelo corpo, principalmente na cabeça da vítima. Era um rapaz, pelo o que ouvimos da população, tranquilo, que não trazia nenhum transtorno para a comunidade”, contou o delegado.

Foto: Colaboração

Porém, hoje, a vítima teria demonstrado tristeza e de estar receoso com algo. “Alguns moradores disseram que viram ele muito triste hoje e receoso, possivelmente já sabendo que algo de ruim lhe aconteceria”, continuou Nóbrega.

No local do crime, moradores ficaram em silêncio. O delegado acredita que o caso pode ter relação com o tráfico de drogas pela forma com que o menor foi executado.

A vítima seria usuária de drogas e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.