A farmacêutica Pfizer disse que planeja pedir aos órgãos reguladores de saúde dos Estados Unidos nesta sexta-feira (20) a aprovação para uso emergencial da vacina contra a covid-19, desenvolvida em parceria com a BioNTech.

Ilustrativa

Caberá à Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) decidir se o imunizante, a ser aplicado em duas doses, oferece resultados e segurança satisfatórios. Ainda não há prazo para uma resposta da agência reguladora.

Nesta semana, um grupo de pesquisadores informou que o imunizante obteve 95% de eficiência em produzir uma resposta imunológica.

As empresas informaram que, tão logo obtenham o registro junto à FDA, darão início ao processo de logística da vacina. As companhias planejam começar a distribuição à população entre meados e o fim do próximo mês.

Fonte: Dow Jones Newswires.