A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em São Paulo, chegou a resultados preliminares de um estudo para entender a relação do coronavírus com pessoas obesas. Informações divulgadas pela Unicamp nesta segunda-feira (13), apontam que o vírus também é capaz de infectar células adiposas. Com isto, é possível entender o porquê de indivíduos com alto peso tem maior tendência de desenvolver os sintomas mais perigosos da Covid-19.

 

 

Os pesquisadores apontam que não é em qualquer célula humana que o SARS-Cov-2 se desenvolve. Isto porque o vírus necessita de condições específicas para poder se multiplicar. Esta condição é encontrada nas células de tecido adiposo, ou seja, nas células armazenadoras de gordura.

Durante o estudo, testes in vitro foram feitos para comparar o comportamento do vírus com células do intestino e do pulmão.

Para ler a matéria completa no site da Unicamp, clique aqui.