Aedes Aegipti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zica vírus. Foto: Agência Senado/Prefeitura de São Paulo

A Secretaria de Saúde do Paraná divulgou dados preocupantes sobre os casos de dengue no Paraná. De acordo com o relatório desta terça-feira (21), as ocorrências da doença no estado cresceram 47% em apenas uma semana, saltando de 193 para 288 casos.

Além disso, um segundo município paranaense entrou nesta semana em situação de epidemia de dengue. O boletim semanal traz a ocorrência de 13 novos casos autóctones da doença em Lupionópolis, onde já existiam dois.

A cidade fica na região metropolitana de Londrina, onde o número de infectados também aumentou em 41 casos autóctones, o que significa que a infecção ocorreu no próprio município. Uraí, que já estava em situação de epidemia, apresenta 8 casos novos. Para esta região está programado o uso de fumacê para reduzir a infestação de mosquitos.

Devido ao surto de chikungunya no Pará, o Paraná tem três casos importados da doença em pessoas que viajaram para aquele Estado, um em Foz do Iguaçu, outro em Curitiba e o terceiro em Medianeira. Já quanto à dengue, Foz registra 25 casos autóctones e cinco importados.