Ao menos 62 pessoas morreram em decorrência da dengue nas primeiras cinco semanas de 2024, de acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (9) pelo Ministério da Saúde. Outras 279 mortes estão em investigação.

Segundo a pasta, o país contabiliza 183.186 casos confirmados da doença e 225.165 são classificados como prováveis. Há uma projeção de 4,2 milhões de casos de dengue no país em 2024.

Os dados foram publicados no Painel de Monitoramento das Arboviroses, em que o ministério apresenta as informações registradas pelos municípios no Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação).

dengue
Governo brasileiro espera vacinar cerca de 3,2 milhões de pessoas até o fim de 2024 – Foto: EPA

Além da dengue, a plataforma apresenta as atualizações referentes aos casos de chikungunya e zika. Nesta sexta, o painel indicava 15.017 casos confirmados daquela -com quatro mortes- e 37 desta.
Os números são provisórios. As cidades podem reavaliar os casos e modificar as informações no Sinan, alterando consequentemente o painel.

Outro ponto que afeta o panorama é o intervalo entre a confirmação do caso e a postagem no sistema nacional. O ministério estima que parte das cidades demore até uma semana para preencher o Sinan. Assim, registros que aparecem na quinta semana do ano, por exemplo, podem ser da quarta.

O mesmo ocorre com os óbitos. Registros que aparecem vinculados a janeiro podem ser de dezembro, a depender do tempo transcorrido entre a morte, a confirmação e a notificação.

PRIMEIRO AS CRIANÇAS

Nesta quinta-feira (8), o ministério iniciou a distribuição das vacinas contra dengue. Receberão o primeiro lote, com 712.184 doses, os estados de Goiás, Bahia, Acre, Paraíba, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Amazonas, São Paulo e Maranhão, bem como o Distrito Federal.

Nessa primeira entrega, o imunizante será enviado para 315 municípios, o equivalente a 60% das 521 cidades selecionadas para receber a vacina, e serão imunizadas crianças de 10 a 11 anos. Veja aqui os primeiros locais a receber o imunizante e a quantidade de doses prevista.

Conforme a farmacêutica Takeda for entregando novos lotes da Qdenga, o grupo será ampliado para englobar o público-alvo neste ano: crianças e adolescentes de 10 a 14 anos.

A faixa etária foi definida entre os conselhos representantes dos secretários de saúde estaduais e municipais, seguindo a recomendação da Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização do ministério e a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Brasil soma 62 mortes por dengue, aponta Ministério da Saúde

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.