O julgamento do acusado pela morte de Darci Bill, de 71 anos, no dia 1º de maio de 2021, na Lapa, Região Metropolitana de Curitiba, vai acontecer no próximo dia 21, no Tribunal do Júri. O autor do assassinato foi um vizinho da vítima e a motivação, de acordo com o inquérito policial, teria sido o fato dele não gostar das plantas que ficavam na divisa do terreno da casa de ambos os envolvidos, tendo que arrancar um “pé de chuchu” que havia na frente da propriedade.

O idoso foi morto com dois golpes de facão. O acusado pelo crime será julgado por homicídio simples.

cabo-de-lamina-de-aco-afiado-de-faca-de-cozinha-gerado-por-ia
Foto ilustrativa: Freepik

O advogado Fauze Salmen, que representa a família de Darci, conversou com a Banda B e disse que espera que a justiça seja feita durante o julgamento na próxima semana.

“Se Deus quiser, a justiça será feita. A tese da defesa é de que houve legítima defesa, infelizmente não é esse o caso. Foram usados meios extremamente excessivos e repugnantes. O autor dos fatos usou um facão depois de uma discussão banal por conta de uma cerca que estava incomodando a passagem dos outros. Ele matou por isso seu Darci na frente da sua casa”, afirmou Salmen.

Outro lado

O advogado Samir Mattar Assad, que faz a defesa do acusado, disse à Banda B que a história é uma tragédia para as duas famílias envolvidas.

“Foi uma discussão entre vizinhos, onde o meu cliente se utilizou do que dispunha no momento para se defender de uma lesão de foice no peito. E isso está registrado em um laudo pericial, de que ele levou essa foiçada no peito e para se defender não teve outra opção, há inclusive testemunha presencial disso”, defendeu o advogado.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Acusado de assassinar vizinho idoso com facão após discussão vai a júri popular na próxima quinta-feira

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.