A chegada do presidente Jair Bolsonaro a Bagé foi a tônica do que tem ocorrido em cada aparição pelo País. Ainda no Aeroporto Internacional Comandante Gustavo Kraemer, Bolsonaro, de máscara, foi recebido por apoiadores e cumprimentou rapidamente algumas pessoas que o esperavam no estacionamento.

No primeiro evento do dia, visitou a Escola Municipal Cívico Militar de Ensino Fundamental São Pedro, acompanhado do prefeito Divaldo Lara (PTB), do deputado estadual Luís Augusto Lara (PTB), do vice-governador do estado, Ranolfo Vieira Jr, e do deputado federal Afonso Hamm (PP).

As ruas do perímetro da escola foram bloqueadas para o trânsito de veículos e a circulação de pessoas limitada. No entanto, não impediu que os apoiadores do presidente Bolsonaro – muitos com máscara – procurassem espaço para vê-lo. Os ruralistas eram os mais entusiasmados, e alguns estacionaram tratores colocados nas ruas próximas.

Foto: Reprodução/Twitter

A aglomeração de pessoas era uma das preocupações das autoridades de saúde do município. Uma equipe da Vigilância em Saúde e de profissionais de saúde foi deslocada para o local para cobrar a obrigatoriedade, prevista em decreto municipal, do uso da máscara. Os agentes também distribuíram álcool em gel e checaram a temperatura dos presentes.

Sem máscara, Bolsonaro subiu na soleira do carro e acenou para o público. Recomendado, o presidente colocou uma máscara e se aproximou dos seguidores gerando uma aglomeração. Bolsonaro apertou a mão de apoiadores, o que, inclusive, provocou empurra-empurra. O presidente não falou com a imprensa, mas trocou algumas palavras com alguns de seus apoiadores e dirigiu-se para o ato de inauguração da escola.

Bolsonaro ainda visitou o 3º Regimento de Cavalaria Mecanizado e participou do ato de entrega do Condomínio Residencial Nossa Senhora Auxiliadora, na zona oeste da cidade.