Da CMC

O líder do PV na Câmara de Curitiba, Cristiano Santos, solicitou informações sobre a fiscalização dos pedidos de doação e comércio no interior dos ônibus coletivo da capital. O documento foi encaminhado à Urbanização de Curitiba (Urbs), gestora do transporte coletivo.

No requerimento, o parlamentar indaga sobre como é feita a fiscalização da proibição e se a mesma é regulamentada por lei, decreto ou ato administrativo. Também são solicitados os nomes de empresas, entidades ou instituições autuadas em 2012 e 2013, bem como as cópias dos documentos.

“Temos recebidos denúncias que apontam que a regra não está sendo cumprida nas linhas de ônibus que não possuem a figura do cobrador. Segundo os relatos, muitas vezes, a prática de pedido de doações ou vendas são feitas por mais de uma pessoa, que chegam a abordar de forma agressiva os passageiros”, justificou Santos.