Os vereadores da Câmara Municipal de Ponta Grossa, no Campos Gerais do Paraná, pretendem discutir, em votação única, um projeto de lei, na tarde desta segunda-feira (3), que tem como objetivo proibir a venda de alimentos com formato de órgãos sexuais humanos no município.

Vereadores discutem proibição da venda de alimentos em forma de genitálias em Ponta Grossa
Vereador Pastor Ezequiel Bueno (Avante).
Foto: Reprodução.

A medida valeria para bares, lanchonetes, restaurantes, trailers e similares estabelecidos em Ponta Grossa. O projeto nº 150/2022 foi apresentado pelo vereador Pastor Ezequiel Bueno (Avante) em maio de 2022. Ele recebeu parecer favorável da Comissão de Legislação, Justiça e Redação (CLJR).

Para Bueno há excentricidade de alguns empreendedores, na comercialização no Brasil dos chamados erotic food ou comida erótica. Segundo ele, o projeto apresenta “medida que constituiu o compromisso do parlamentar junto à sociedade pontagrossense, em especial, legislando em proteção à família, à criança e aos adolescentes.”

A sessão ordinária da Câmara começa às 14 horas. 

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vereador quer proibir venda de alimentos em forma de órgãos sexuais em Ponta Grossa

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.