O vereador petista Ângelo Vanhoni protocolou na noite desta segunda-feira (22) o voto em separado que vai apresentar e defender durante a reunião Conselho de Ética da Câmara Municipal Curitiba marcada para as 14h desta terça-feira (23) — que pode ser a último e derradeiro encontro do colegiado para dar um ponto final no processo envolvendo a vereadora Maria Letícia, do PV — que foi presa depois de se envolver num acidente de trânsito no Centro de Curitiba, em novembro do ano passado.

MARIA-LETICIA-32
A vereadora Maria Leticia (PV) – Foto: Rodrigo Fonseca/CMC

Vanhoni sugere a suspensão das seguintes prerrogativas regimentais, pelo prazo de três meses: usar a palavra, em sessão, no horário destinado ao Pequeno ou Grande Expediente; e candidatar-se a, ou permanecer exercendo, cargo de membro da Mesa, de Corregedor, de Presidente ou Vice-Presidente de Comissão, de membro do Conselho de Ética e Decoro.

“Da conduta aqui apurada da requerida não é possível verificar a quebra de decoro parlamentar e, ainda que se considere desrespeitosa, não apresentou ofensa à reputação do Poder Legislativo de Curitiba”, cita Vanhoni no documento.

Leia a matéria completa no Blog Politicamente, parceiro da Banda B, clicando aqui.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vanhoni reprova cassação de Maria Leticia e vota por suspenção de prerrogativas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.