Uma servidora da Câmara de Vereadores de Cascavel foi flagrada batendo o ponto e indo embora logo em seguida. A funcionária pública foi flagrada entrando no carro e indo embora na manhã de terça-feira (05), retornando para casa, em um condomínio na região norte de Cascavel. Segundo vereadores, o fato já ocorre há algum tempo.

Mesmo sem trabalhar, a servidora, que foi nomeada há dois meses, recebe um salário de R$ 2.457,00, sendo que tem cargo comissionado. Ela é assessora de assuntos comunitários no gabinete da presidência.

NOTA OFICIAL DA CÂMARA

A Câmara de Vereadores de Cascavel nos últimos anos tem tomado diversas medidas para coibir qualquer atitude imprópria por parte de seu quadro funcional.

Diferente do passado, hoje a relação de todos os colaboradores do Poder Legislativo, seus salários e respectivas cargas horárias estão disponibilizados no Portal da Transparência. Além disso, cada servidor tem a obrigação de bater o ponto biométrico.

Contudo, infelizmente, a Presidência desta casa de leis tomou conhecimento de uma denúncia de que uma de suas servidoras veio até a Câmara ontem (04) e hoje (05) apenas para bater o ponto e em seguida retornou para sua residência.Diante dos fatos imediatamente foi determinada a exoneração da denunciada, justamente para que fique claro a tolerância zero da atual direção do legislativo com este tipo de conduta.

Para assistir ao vídeo no Catve.com clique aqui.