Faltando cinco dias para o primeiro turno das eleições municipais, o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, admitiu nesta terça-feira (10) uma preocupação com possíveis aglomerações nos locais de votação. Ao lado do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Tito Campos de Paula, porém, ele elogiou o planejamento para o pleito do próximo domingo (15). A declaração aconteceu em entrevista ao programa Em Pauta, da Associação de Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP).

De acordo com Beto Preto, as pessoas devem evitar as aglomerações neste momento importante da democracia. “O vírus está presente e sendo transmitido de forma comunitária. Então, é possível que, devido as aglomerações, os registros dos contágios venham a subir. Assim como foi no dia de Nossa Senhora Aparecida e Finados, aquelas imagens que vimos nas praias, batem com os períodos que o Estado registrou aumento nos contágios. Que seja o mínimo possível de pessoas aglomeradas no local de votação. Então, evite de tocar em qualquer superfície, é entrar, votar e sair”, apelou.

O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), o desembargador Tito Campos de Paula concederam entrevista ao Em Pauta. Foto: Reprodução

 

Atualmente, o uso de álcool gel e máscaras, além da orientação para que as pessoas evitem as aglomerações, viraram medidas de higiene fundamentais para evitar a propagação da Covid-19. Naturalmente, as recomendações das autoridades públicas para continuar com as práticas citadas anteriormente continuam presentes nas eleições.

Segundo o desembargador, em cada uma das sessões eleitorais haverá um frasco de álcool gel na chegada e na saída, depois da votação. Além disto, o presidente do TRE-PR ressaltou que cada um dos mais de 109 mil mesários terão um frasco individual do produto para higienização individual, três máscaras e uma ‘face shield’ por trabalhador.

“O planejamento do TRE-PR vem sendo feito há meses. Nós chegamos ao ponto de fazer uma simulação de votação para calcular cada segundo que eleitor irá permanecer na sala de votação que é um ambiente fechado. Por isto, foram tomadas estas medidas”, explicou.

Beto Preto afirmou que o planejamento é excelente e elogiou todo o trabalho feito pela equipe do TRE. “Eu cumprimento o TRE-PR, o desembargador Tito e sua equipe que trabalharam para a compra de equipamentos, insumos, para a proteção de todos. O planejamento foi feito em altíssimo nível, as regras foram bem articuladas e o Paraná pode ser um grande exemplo de organização. Estamos conversando para que tudo ocorra bem”, destacou.

Biometria

Excepcionalmente, a biometria não será usada nas eleições deste ano. “Para coletar a digital gastaria um tempo a mais do que colher a assinatura do eleitor para ser identificado. No cálculo que fizemos, percebemos que ganhamos segundos que, ao serem multiplicados por centenas de pessoas em cada sessão ao longo do dia, representa um ganho de horas para fazer com que todos permaneçam o menor tempo dentro da sala”, disse Campos.

Diante disto, o presidente do TRE ressaltou para que todos levem a própria caneta para fazer a assinatura. “É um objeto a menos para fazer o compartilhamento. Tudo isto é importante”, completou.

Pessoas com suspeita

A orientação do TRE-PR aponta que pessoas com sintomas, tenham alguma orientação médica e/ou estejam efetivamente contaminadas não votem no dia 15. “Tudo bem que este eleitor falte, porque a saúde do ser humano está em primeiro lugar. Agora, por outro lado, a recomendação é que se você estiver bem, a gente incentiva que as pessoas compareçam as urnas”, pontuou Campos.

Justificativa

Ainda de acordo com o presidente do TRE-PR, o pedido é para que apenas o eleitor que for votar vá ao local de votação. Segundo ele, a Justiça Eleitoral verificou que em outras eleições, as pessoas se deslocavam a qualquer sessão de votação para justificar que não poderia votar na sessão de origem, muitas vezes, em outras cidades.

“Neste ano, não. A gente pede para que a pessoa que não for votar, que não compareça a nenhum local de votação. De onde ele estiver, o eleitor pode baixar o aplicativo E-título que foi devidamente atualizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Lá, ele vai identificar, por meio de um georreferenciamento, o local em que a pessoa se encontra. Então, ele pode justificar pelo aplicativo e o satélite irá identificar o local que ele está. Isto também serve para as pessoas que estão no próprio domicilio eleitoral”, pontuou.

A justificativa pode ser feita em até 60 dias.

Ausência

Campos de Paula ainda disse que a taxa de abstenção nas urnas, segundo dados da Justiça Eleitoral, chega na casa de 20% dos eleitores de todo país, em tempo normal.

“Se você somar estes eleitores que não votam com uma parte da população que vota em branco ou anula o voto, isto representa 30% do eleitorado, no mínimo. Ou seja, são votos suficientes para eleger deputados, senadores, e assim por diante”, analisou.

Diante do número expressivo e, somado a preocupação do possível contágio do coronavírus pelas as pessoas, o desembargador ressaltou, e garantiu, que a população saiba da importância do voto e compareçam as urnas ao próximo domingo.

“Nós estamos pedindo que o eleitor paranaense tenha esta consciência. Eu tenho dito e repetido que o voto é mais do que um direito e um dever. Ele é um poder que o eleitor e o cidadão tem em suas mãos. A vida política começa no município. A formação de uma nação começa na cidade. Então, não deixe de exercita-lo, somente em último caso. Se você está em boas condições de saúde, compareça as urnas no dia 15 de novembro e vote”, concluiu.

A opinião é compartilhada por Beto Preto. O ex-prefeito de Apucarana citou a própria experiência na gestão municipal entre 2013 e 2019 para dizer que as pessoas devem votar.

“Esta eleição é muito importante. A eleição de governador e presidente tem um viés. A eleição para prefeito tem outro. É o prefeito que orienta a troca da lâmpada queimada na rua das pessoas, o atendimento das unidades básicas de saúde e a qualidade do alimento oferecido nas escolas. Ele lidera estes serviços que estão próximos das pessoas. Então, por isto a necessidade e a importância da escolha”, finalizou o secretário.

Programa

Veja abaixo o programa completo realizado na manhã desta terça-feira (10).