O senador Romário (Pode-RJ) pediu ao Banco Central que tome providências para deixar as notas de R$ 200 mais acessíveis para as pessoas com deficiência. As cédulas, lançadas na semana passada, têm tamanho idêntico às de R$ 20, o que dificulta a identificação pelos cegos. Eles podem perder dinheiro se confundirem os valores.

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em uma mensagem enviada nesta segunda (7), o senador afirma que recebeu vários manifestos com queixas indignadas sobre o problema.