Em entrevista à Banda B, na manhã desta terça-feira (4), o governador Ratinho Junior (PSD) voltou a dizer que aguarda uma definição do Governo Federal em relação ao novo modelo de pedágio que será adotado no Paraná.

ratinho junior (2)
Foto: AEN

“Da parte do Governo do Estado, desde maio do ano passado, o projeto está pronto. Nós colocamos isso à disposição do Governo Federal. Agora, nós estamos esperando o Governo Federal nos dar a resposta em cima daquilo que nós pedimos, que é diminuir a curva do aporte”, afirmou.

O governador explicou que a curva do aporte é um dos itens mais importantes do contrato, porque garantirá segurança ao usuário.

“Aporte é o seguinte: se a empresa der um desconto de 5%, 10%, ela tem que depositar um dinheiro e esse dinheiro vai ficar como se fosse um seguro do usuário. Se essa empresa daqui a cinco ou dez anos vier a quebrar, existe esse dinheiro para continuar fazendo as obras que estavam no contrato dessa empresa que quebrou ou se lá na frente o estado entender que pode baixar o preço do pedágio, você pode usar esse dinheiro para também abaixar o preço do pedágio”, detalhou.

Ratinho Junior lembrou que a concorrência do pedágio será feita no modelo de leilão na Bolsa de Valores. Segundo ele, de início, o paranaense já deve pagar um valor menor para circular pelas rodovias.

“No Paraná, a pessoa pagava em torno de R$ 0,17 por quilômetro rodado. Então, a pessoa andava 100 quilômetros e pagava R$ 17. O paranaense pagava em torno de R$ 0,17, ele vai para Bolsa (de Valores) com em torno de R$ 0,12. Já existe uma diminuição significativa”, garantiu.

Confira a entrevista na íntegra:

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

À Banda B, Ratinho Junior reforça que aguarda definição do Governo Federal sobre o pedágio

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.