Por Pedro Caramuru e Emilly Behnke

O presidente Jair Bolsonaro afirmou a apoiadores que tem recebido críticas por se aproximar de “certos partidos” mas defendeu a necessidade de diálogo para conseguir aprovação das matérias que interessam ao governo.

“Para aprovar uma emenda à Constituição tem que ter 308 votos na Câmara. Me aponte os 308 que eu tenho que conversar com eles. Aí criticam: ‘ah, se aproximou de tal partido porque tem tal pessoa que não presta’. Mas eu preciso desses votos para aprovar as coisas que interessam pra gente”, disse Bolsonaro na noite desta quarta-feira (28).

Jair Bolsonaro – Reprodução Foco do Brasil

Bolsonaro também defendeu o pragmatismo para escolher representantes nas eleições municipais deste ano. Segundo o presidente, “às vezes tem que escolher o menos ruim”. “A pior coisa que tem é não votar ou chegar lá e anular o voto”, afirmou Bolsonaro.

Sem citar o Partido dos Trabalhadores, Bolsonaro disse que “aquele pessoal de bandeira vermelha” vota todo “direitinho”. “Daí chega aqui no Congresso, tem oposição enorme desses caras, querem que eu faça milagre”, completou.