A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas desde as primeiras horas desta quinta-feira (7), para cumprir dez mandados de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão em endereços relacionados a indivíduos suspeitos de envolvimento em fraude a licitação para aquisição de luminárias de LED na cidade de Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado. A operação conta com o apoio da 6ª Promotoria do Ministério Público (Gepatria).

Operação da PCPR em Foz – Foto Divulgação

De acordo com o site do Tribunal de Contas do Estado do Paraná a empresa operada pelo grupo criminoso firmou, só no Paraná, 66 contratos com 27 municípios e 28 entidades, no valores de mais de R$ 83 milhões.

As ordens judiciais deverão ser cumpridas, de forma simultânea, na capital paranaense e em Balneário Camboriú, no Estado de Santa Catarina.

Esta é a quarta fase da operação “Luz Oculta”. A primeira foi realizada em maio de 2020, para apurar fraude de R$ 10 milhões em licitação da Prefeitura de Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado. A segunda foi deflagrada no início do mês de outubro de 2020, quando a PCPR apreendeu algumas luminárias. Na terceira fase, que também foi realizada em outubro de 2020, foram apreendidos documentos que auxiliaram na constatação de práticas criminosas.