Da Redação

panterãoFoto; Reprodução

A Comissão de Serviço Público da Câmara Municipal de Curitiba analisa na próxima quarta-feira (18) o parecer ao projeto de lei de Rogério Campos (PSC) que pretende reservar ônibus às mulheres, durante os horários de pico. Se acatada a tramitação, a matéria que cria o “Panterão” estará pronta para os dois turnos de deliberação em plenário.

O parecer será dado pela Dona Lourdes (PSB). O texto já passou pelas comissões de Legislação, Justiça e Redação e de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e Segurança Pública. Segundo a proposta de lei, a frota exclusiva não proibiria o uso, pelas mulheres, dos veículos mistos. Seria destinada 20% da frota, exceto aos sábados, domingos e feriados, aos ônibus exclusivos, que teriam cor diferenciada.

O texto prevê que veículos reservados sejam biarticulados e ligeirinhos – de cor diferenciada dos demais – e circulem somente em horários de grande demanda. Relator da matéria, Dirceu Moreira (PSL), apresentou novo parecer contrário ao trâmite, sob a justificativa de que o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM) é contra a iniciativa, considerada um meio de segregação das mulheres.