O PDT, representado pelo presidente nacional da sigla Carlos Lupi e o vice, Ciro Gomes, protocolou nesta quinta-feira (7) notícia-crime no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro pela falta de uma data específica para iniciar o processo de imunização no País contra a covid-19. O partido cita “esforços hercúleos pelo governo federal para entronizar o negacionismo e a ignorância diante da ciência”.

 

Presidente Jair Bolsonaro participa da Cerimônia de Comemoração ao Dia Internacional do Voluntariado.

 

“É criminoso assistir diariamente o chefe do Executivo atentar contra a vida do povo e pisar em cima dos cadáveres de quase 200 mil mortos com suas decisões equivocadas e delírios que atravessam a linha do senso comum e da ciência”, afirmou em nota o presidente do partido.