Começa nesta segunda-feira (1°) o julgamento do senador Sergio Moro (União Brasil) no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE) — ele que é acusado pelo PT de Lula e o PL Bolsonaro de abuso de poder econômico econômico durante a pré-campanha presidencial de 2022. O Blog Politicamente apurou que o senador não estará na sede da Corte Eleitoral.

sergio-moro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A sessão começa às 14h e o primeiro ato será a sustentação oral , por 15 minutos, dos autores da ação — no caso, advogados do PL e do PT. Depois disso, será a vez da defesa de Moro, capitaneada pelo advogado Gustavo Guedes, falar por 30 minutos. Em seguida, o Ministério Público Eleitoral, que já deu parecer favorável à cassação do senador Sergio Moro, fará uso da palavra pelo mesmo tempo. Só depois disso, começará a ser lido o voto do desembargador Luciano Carrasco Falavinha Souza, que é o relator do caso.

A estimativa é que relator começa a expor o voto por volta de 16h. Com cerca de 200 laudas, a leitura pode durar até três horas e deve marcar o término do primeiro dia de julgamento — que será retomado na quarta-feira. O teor do voto do relator é mantido em extremo sigilo —  e os argumentos trazidos podem influenciar no entendimento dos demais magistrados.

Para ler a matéria completa no Blog Politicamente, parceiro da Banda B, clique aqui.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

O que esperar do 1° dia de julgamento de Sergio Moro?

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.