Após atender a uma “convocação” do governador Ratinho Junior e retirar a pré-candidatura à Prefeitura de Curitiba, o deputado federal Ney Leprevost anunciou que vai reassumir a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) a partir da próxima semana. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (18).

Foto: Arnaldo Alves / AEN.

Segundo Ratinho Junior, o objetivo é fazer com que Leprevost comande a retomada da geração de emprego e renda pós-pandemia no Paraná. “Essa será uma missão árdua que teremos pela frente. Vamos dar continuidade aos projetos e ações da Sejuf que iniciei em 2019 com mais entusiasmo e criar novas alternativas de parcerias com as empresas”, disse Ney Leprevost.

Em entrevista no início do mês, Leprevost confirmou que estava estudando o convite. “Eu, no ano passado, através de uma postura proativa das Agências do Trabalhador, consegui criar programas de geração de emprego que resultaram na empregabilidade de mais de 120 mil pessoas no Paraná com carteira assinada. Devido a isso, o governador me fez um apelo muito forte, me colocou contra a parede, para ajudá-lo na retomada dos empregos pós-pandemia”, comentou na ocasião.

Apoio a candidato do Novo

Após a desistência, o PSD confirmou apoio à chapa de reeleição de Rafael Greca (DEM), inclusive com indicação de Eduardo Pimentel para vice.

Leprevost, porém, já destacou que não apoiará Greca. Nas redes sociais, nesta sexta-feira (18), ele indicou apoio ao candidato do Novo, João Guilherme. “Se a eleição fosse hoje, meu voto para prefeito de Curitiba seria no meu ex-vice, o médico João Guilherme Moraes. Uma boa opção pra vocês analisarem. Gente séria”, postou.