O Ministério Público Eleitoral enviou ontem (7) ao Tribunal Superior Eleitoral o parecer contrário a cassação do mandato do senador Sergio Moro (União Brasil). O julgamento ainda não tem data para acontecer, mas é uma primeira vitória do ex-juiz da Lava Jato na batalha que será travada na mais alta Corte Eleitoral do país.

26166512-high
Senador Sergio Moro Foto: Ton Molina /Fotoarena/Folhapress

No despacho, obtido pelo Blog Politicamente, o Vice-Procurador-Geral Eleitoral, Alexandre Espinosa Bravo Barbosa, rejeita os recursos do PL e do PT e defende a absolvição de Moro das acusações de abuso de poder econômico, caixa 2 e uso indevido dos meios de comunicação.

O PT de Lula e o PL de Jair Bolsonaro decidiram entrar com recursos no TSE após Moro ser absolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, no início do mês de abril, por 5 votos a 2.

No despacho, o Vice-Procurador-Geral Eleitoral sustenta que houve um gasto de R$ 424.778,01 na pré-campanha de Moro, “percentual levemente abaixo de 10% do teto de gastos para o cargo de Senador no Estado do Paraná”, cita.

Para ler a matéria completa no Blog Politicamente, parceiro da Banda B, clique aqui.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

MP Eleitoral dá parecer contra cassação de Moro no TSE

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.