Da Redação com informações do G1

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo, nesta quarta-feira (9), por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro por causa da suposta compra do triplex no Guarujá. De acordo com matéria publicada no Portal G1, o promotor Cassio Conserino entrou no Forum Criminal da Barra Funda, na capital paulista, com denúncia criminal contra o ex-presidente Lula.

Foto: Reprodução EBCFoto: Reprodução EBC

O Ministério Público de São Paulo investiga irregularidades na construção e venda dos apartamentos do condomínio Solaris.

Na última sexta-feira (11), a força-tarefa da Operação Lava Jato levou o ex-presidente para depor coercitivamente na 24ª fase. A investigação diz ter “evidências” de que ele recebeu valores desviados da Petrobras. Também foi apontado que o ex-presidente ocultou patrimônio.

Em nota, o Ministério Público Federal (MPF) justificou o cumprimento dos mandados judiciais apontando a necessidade de “aprofundar a investigação de possíveis crimes de corrupção e lavagem de dinheiro oriundo de desvios da Petrobras”. Segundo os procuradores da força-tarefa que investiga o esquema, “pagamentos dissimulados foram feitos por José Carlos Bumlai e pelas construtoras OAS e Odebrecht ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a pessoas associadas” ao petista.