O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) defendeu que os povos indígenas do Brasil tenham direito a explorar as riquezas naturais das próprias terras, como a extração de metais e minerais preciosos, e usá-las para a agricultura e a pecuária. Em videoconferência nesta sexta-feira (7/8), o militar disse que indígenas “vivem em terras ricas como mendigos”.

 

Foto: Romério Cunha/PR

 

“Não tem acesso às conquistas materiais da humanidade porque são preservados como se fossem animais em zoológicos. O indígena não quer continuar a viver na oca, nu, caçando de arco e flecha, pescando na beira do rio quando ele sabe que ele pode, naquela terra que ele tem, trabalhá-la dentro dos ditames do nosso código florestal… temos indígenas plantam soja e que são garimpeiros“, afirmou, ao citar operação que constatou garimpo praticado por índios da etnia Munduruku.

Para Mourão, negar o direito do indígena à exploração da própria terra é “tapar o sol com a peneira”. Para o vice, que atualmente preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, os povos originários devem ter acesso ao “progresso material da humanidade”.

Para ler a matéria completa no Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.