O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta terça-feira, 10, que aguarda a conclusão efetiva dos resultados das eleições dos Estados Unidos. “Estamos ainda sob os eflúvios do processo eleitoral dos Estados Unidos, aguardando sua conclusão efetiva, uma vez que lá não existe judicialização, mas existe a recontagem dos votos de acordo com cada uma das legislações estaduais, pois aquele país é verdadeiramente uma federação”, disse ele em evento virtual promovido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) do Rio Grande do Sul.

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Três dias após o democrata Joe Biden ser eleito como presidente dos Estados Unidos, o presidente da República, Jair Bolsonaro, não dá sinais de que mudará de opinião e seguirá aguardando o fim das ações judiciais movidas pelo presidente Donald Trump, que se recusa a admitir a derrota.

Reformas

Ainda no evento, Mourão disse que o Brasil precisa continuar no rumo das reformas estruturantes e citou a administrativa. “Acho que dentro do Congresso existe consenso para que a reforma administrativa ande”, disse. “Desde 2014, viemos acumulando seguidos déficits fiscais, isso não é possível continuar. Precisamos equilibrar receita e despesa.”

Meio Ambiente

Sobre o meio ambiente, Mourão, que comanda o Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL), afirmou que o Brasil é uma “potência agroambiental” e que há no País uma legislação rigorosa. “Maior desastre ambiental do Brasil hoje é o saneamento”, afirmou, lembrando que muitos brasileiros não têm acesso ao saneamento básico.