O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), que morreu nessa 4ª feira (21.out.2020) por complicações com a covid-19, se mostrava um contumaz crítico do isolamento social.

(Foto: Agência Brasil)

 

Aliado de Jair Bolsonaro, ele aplaudia sempre que o presidente se manifestava em pronunciamentos e redes sociais, mesmo que as falas fossem contrárias ao que defendiam autoridades médicas. As informações são do MSN.

Em mais 1 exemplo de alinhamento com Bolsonaro no discurso contrário ao isolamento social, o senador endossou a ideia de que o desenvolvimento da covid-19 no Brasil não seria como na Europa. O presidente acusou a mídia de alarmismo ao relatar casos de países europeus, como Itália e Espanha, que contabilizaram grande número de mortos por covid-19.

“Não sejamos idiotas”, escreveu Arolde de Oliveira. “Na Itália o clima está frio, população idosa, elevado número de fumantes. Não é nosso caso. O Brasil não pode parar.”

Para ler a matéria completa no MSN clique aqui.