O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro usou o Twitter, nesta segunda-feira (28/12), para questionar a demora na vacinação contra a Covid-19 no Brasil e cobrar um posicionamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), seu ex-aliado e agora desafeto.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Moro não é o único a questionar a posição do presidente da República. Também nesta segunda-feira, o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, disse que a entidade deve discutir a possibilidade de pedir o impeachment de Bolsonaro, devido à demora do governo federal em em começar a vacinar a população contra a Covid-19.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, ele afirmou que essa discussão deverá ser feita pelo Conselho Federal da entidade tão logo haja o controle da pandemia. Segundo Santa Cruz, a entidade quer que o governo federal inicie uma campanha nacional de vacinação imediatamente.

Para ler a matéria completa no portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.