Ministro da secretaria de governo, o general Luiz Eduardo Ramos sugeriu, em publicação nas redes sociais neste domingo (20), que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) levou a chuva a Mato Grosso, estado onde ambos estiveram na última sexta (18) e que sofre com a seca e queimadas na região do Pantanal.

(Foto: Agência Brasil)

 

O ministro postou em suas redes sociais um vídeo que foi enviado para ele e para o presidente e mostra um carro trafegando em uma estrada enquanto chove. Bolsonaro também postou o vídeo e também insinuou que sua presença deu sorte ao estado.
Ramos afirma que o vídeo é deste sábado (19) e mostra que choveu em Sinop e em Sorriso, cidades visitadas por Bolsonaro um dia antes.

A postagem provocou uma onda de comentários críticos de pessoas que responsabilizam o governo pelas queimadas no Pantanal e na Amazônia.
Integrante da comissão parlamentar que está no Pantanal acompanhando o trabalho de combate às chamas, o deputado Rodrigo Agostinho (PSB) afirma que não viu chuva na região de Poconé (MT), onde fica o comando das operações de contenção dos incêndios.

“Pode até ter caído alguma chuva em algum lugar do Pantanal. Mas hoje vi apenas gotas na Transpantaneira. Governo fake”, disse.