O secretário especial de Cultura do governo Bolsonaro, o ator Mario Frias, atacou nesta sexta (4) o humorista Marcelo Adnet nas redes sociais após ter sido parodiado pelo comediante. Em publicação no Instagram, Frias diz que Adnet é um “garoto frouxo e sem futuro”, uma “criatura imunda”, “crápula” e “Judas”.

“Um palhaço decadente que se vende por qualquer tostão, trocando uma amizade verdadeira, um amor ou sua história por um saquinho de dinheiro e uma bajulada no seu ego infantil e incapaz de encarar a vida e suas responsabilidades morais”, escreveu o ator.

Instagram de Mario Frias

O secretário publicou uma imagem do vídeo mais recente de Adnet, no qual o humorista imita vários personagens do noticiário, incluindo Bolsonaro e Frias. O humorista faz uma paródia de um vídeo publicado pelo governo anunciando uma série “bela e grandiosa” sobre a história do Brasil.

Na peça, publicada na noite de quinta (3), Frias diz que “a verdade é que somos um povo heroico e encaramos com um brado retumbante o destino que nos encara” enquanto interage com obras do acervo do Museu do Senado, em Brasília..

Na paródia, Adnet interpreta um Frias perdido, sem saber de que se tratam as obras que toca nem do que está falando. “E essa cadeira bonita, será que Getúlio sentou? Sei lá”, diz o personagem.

O humorista respondeu aos ataques do secretário com uma publicação no Twitter, dizendo que “até o secretário Frias recomendou no Instagram dele.

Veja a paródia de Adnet:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Presidente no Arquivo Confidencial

Uma publicação compartilhada por Marcelo Adnet (@marceloadnet0) em