Luiz Carlos Martins assume o oitavo mandato na Alep – Foto Lucimar Castilho/Alep

Ele não é novato, mas garante que a motivação para assumir um novo mandato como deputado estadual do Paraná é de como estivesse ocupando o cargo pela primeira vez. No oitavo mandato, Luiz Carlos Martins (Progressista) tomou posse nesta sexta-feira (1º), junto com os outros 53 deputados eleitos em outubro de 2018.

“Garanto que vou honrar cada voto que recebi. Tenho orgulho de representar o povo e fazer com que a voz de toda essa gente querida seja ouvida por quem for preciso. Podem esperar muita dedicação nestes quatro anos”, disse Martins logo após a posse.

O “Oi, Oi, Gente Querida” fez o juramento de honrar o cargo de deputado estadual. “É muito séria esta frase: Assim eu prometo. É uma responsabilidade muito grande. Sei disso e garanto que não irei envergonhar nenhum dos meus eleitores”, disse Martins.

Cerimônia de posse dos deputados nesta sexta-feira (1) – Foto Lucimar Castilho/Alep

Autor de leis como a nº 19.727, que estabelece a obrigatoriedade das empresas prestadoras do Governo a reservarem até 2% das vagas de emprego para mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, Martins quer continuar tendo como prioridade a área social.

“Minha origem, meu trabalho e a minha votação são diretamente ligados com a questão da inclusão social, dos problemas da comunidade, do homem simples, do trabalhador. Este é o papel de um deputado estadual. Chegam até mim inúmeras demandas, até em função da minha profissão, que é de radialista. O que quero é continuar lutando para que estes pedidos sejam atendidos e todas possam viver com dignidade”, completou.

Trajetória

Paulista, nascido em Bilac em 07/07/1949, Luiz Carlos Martins viveu a infância e parte da juventude em Birigui, onde começou no rádio aos 17 anos. Depois de passar por emissoras em Marília, Londrina e São Paulo, estabeleceu-se profissionalmente em Jacarezinho onde começou a promissora carreira de radialista.

Aos 28 anos, se mudou para Curitiba e popularizou em seus programas matinais bordões hoje reproduzidos no país inteiro, como “um beijo no coração” e “oi, oi, gente querida”. Foi eleito em outubro de 2018 para cumprir seu oitavo mandato na Assembleia, com 44.001 votos.

Seu primeiro cargo na vida pública foi em 1988, quando da sua eleição para vereador de Curitiba com 13.616 votos. Em 1990 foi eleito deputado estadual, reeleito em 1994, e novamente foi deputado estadual conduzido pela eleição de 1998. Foi reeleito em 2002 e em 2006 com aproximadamente 54.000 votos.

Deputado Luiz Carlos Martins – Foto Divulgação

Em fevereiro de 1995,  foi eleito 1º Secretário da Assembleia Legislativa para um mandato de dois anos. Em 13 de fevereiro de 1997 foi reeleito para um novo mandato de dois anos.

Como deputado estadual teve várias Leis sancionadas, destacando-se a Lei 11.097/95 proibindo fabricação, transporte e comercialização de brinquedos assemelhados às armas de fogo. Lei 11.179/95 que estabelece normas para o Abate de animais destinados ao consumo; Lei 11.450/96 que institui o “Selo Verde” no Estado do Paraná; Lei 11.674/97 que institui a obrigatoriedade do plantio de árvores frutíferas nativas nas faixas de domínio das rodovias estaduais, Lei 12.242/98, que proíbe a aplicação de tatuagens permanentes em menores de 18 anos de idade sem autorização dos pais ou responsáveis entre outras disponíveis no Site da Assembleia Legislativa.

Em abril de 2018, se transferiu do PSD para o Partido Progressista.

Apresenta o programa que leva seu nome na Rádio Banda B AM 550, FM 107.1, de Curitiba e AM 650 de Cambará, todas as manhãs, de segunda a sexta.

É casado com Maria Martins, pai de Mariana e Kaio Martins e tem dois netos, Maria Rita e Vicente.