(Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro disse na manhã desta quinta-feira, 7, durante cerimônia dos 211 anos do Corpo de Fuzileiros Navais, que governará ao lado das “pessoas de bem”, “daqueles que amam a Pátria”. O presidente completou sua mensagem com a declaração de que só existe democracia e liberdade quando as Forças Armadas assim o quiserem.

Segundo Bolsonaro, a missão de governar o País “será cumprida ao lado das pessoas de bem do nosso Brasil, daqueles que amam a Pátria, daqueles que respeitam a família, daqueles que querem aproximação com países que tem ideologia semelhantes à nossa, daqueles que amam a democracia e a liberdade”. O presidente finalizou o curto discurso dizendo que só existe “democracia e liberdade quando a Força Armada assim o quer”.

O presidente seguirá às 14h do Rio para Brasília e não há previsão de que vá atender à imprensa. A fala de Bolsonaro ocorreu na esteira do polêmico tuíte sobre o carnaval divulgado na terça-feira, 5. A postagem do presidente – que trazia um vídeo com imagens obscenas e escatológicas – levantou críticas até de aliados e teve repercussão internacional.