O voto do desembargador eleitoral Júlio Jacob, pela procedência pela ação do PL e do PT, ou seja, favorável à cassação do mandato do senador Sergio Moro (União Brasil), marcou a retomada do julgamento no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. E deixou o placar mais apertado, embora ainda vantajoso ao ex-juiz da Lava Jato, 3 a 2.

image-2-1
Reprodução

Após o longo e extenso voto de Júlio Jacob, o presidente da Corte Eleitoral, Sigurd Bengtsson, suspendeu por 30 minutos o julgamento. O próximo a votar é o juiz Anderson Fogaça.

Leia a matéria completa no Blog Politicamente, parceiro da Banda B, clicando aqui.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Júlio Jacob vota pela cassação e julgamento fica em 3 a 2 pró-Moro

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.