Em meio à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o governo federal gastou R$ 77,3 milhões com a compra de passagens, diárias e despesas com locomoção.

(Foto: Arte Metrópoles)

 

É como se, desde a identificação do primeiro adoecimento no país, em 28 de fevereiro, até 15 de outubro, os cofres públicos desembolsassem diariamente R$ 336 mil com esse tipo de despesa.

Os dados fazem parte de um levantamento do Metrópoles, com base em dados da painel Monitoramento dos Gastos da União com Combate à Covid-19, plataforma alimentada pelo Tesouro Nacional com dados do Ministério da Economia.

O maior gasto ocorreu na rubrica “Passagens e despesas com locomoção”. Ela é responsável por R$ 66,1 milhões. Foram R$ 44,3 milhões em locação de meios de transporte, R$ 20 milhões em passagens para o exterior e R$ 1,1 milhão em passagens nacionais.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.