O presidente Jair Bolsonaro classificou como “fofoca” a especulação de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), poderia assumir uma vaga como ministro no seu governo. A apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que continuará tratando Maia como chefe do Legislativo.

“Se eu respondo não (é verdade), o Rodrigo Maia vai perguntar ‘Ué, não posso ser opção?’; Se eu falo sim, o outro lado vai falar ‘por que o Rodrigo Maia?’. Então é só fofoca, não interessa se responda sim ou não. Rodrigo Maia é chefe do Legislativo e vai continuar sendo tratado, da minha parte, como chefe do Legislativo, com todo o respeito que ele, o Alcolumbre (presidente do Senado) e agora o Fux (presidente do STF) merecem”, declarou.

 

Antonio Cruz / Agência Brasil

 

No último domingo, 18, o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, escreveu que está em curso uma articulação para Maia assumir uma vaga de ministro quando acabasse seu mandato de presidente da Câmara. A negociação estaria sendo conduzida por chefes de outras pastas do governo. Segundo o colunista, Bolsonaro estaria ciente da movimentação.

Viagens

Na conversa com os apoiadores, Bolsonaro informou que deve ir ao município de Balsas (MA) nesta sexta-feira, 23. Ele comentou ainda que pode ir ao Espírito Santo na semana que vem. Amanhã, o chefe do Executivo tem viagem prevista para Campinas (SP), onde deve participar de evento no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais.