Escritórios do deputado federal e líder do governo Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros (Progressistas), são alvos de mandado judicial cumprido pelo Ministério Público do Paraná e a Polícia Civil.

As equipes chegaram ao endereço nas primeiras horas do dia desta quarta-feira (16) e começaram a varredura para apreender documentos, equipamentos eletrônicos no escritório de Maringá, norte do Paraná. Há ainda mandados de busca nos escritório de São Paulo e Curitiba.

Deputado Ricardo Barros – Foto Ag. Brasil

A ação é realizada pelo do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP.

Segundo os investigadores, ao todo são cumpridos oito mandados de busca e apreensão no âmbito de investigação sobre supostas irregularidades em contratos de energia elétrica e compras de equipamentos no Paraná.

Barros é líder do Governo Bolsonaro. Filiado ao PP e foi ministro da Saúde no Governo Michel Temer.

Outro lado

Em nota à Banda B, a assessoria de Barros informou:

“O deputado Ricardo Barros está tranquilo e em total colaboração com as investigações. O parlamentar reafirma a sua conduta ilibada e informa que solicitou acesso aos autos do processo para poder prestar mais esclarecimentos à sociedade e iniciar sua defesa. Ricardo Barros, relator da Lei de Abuso de Autoridade, repudia o ativismo político do judiciário”.

Mais informações em breve