Um integrante do Centro de Coordenação das Operações do Comitê de Crise, que acompanha as ações referentes ao combate do novo coronavírus, obteve resultado positivo para a Covid-19 nesta quarta-feira (29).

Foto: Marcos Corrêa/PR

 

Com isso, os integrantes da equipe analisam a possibilidade de os 32 membros serem submetidos à testagem para a doença.
Nesta quarta, a sala desse centro do comitê de crise foi visitada pelo presidente Jair Bolsonaro, acompanhado de seu primogênito, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), do ministro Walter Braga Netto (Casa Civil) e de empresários que apoiam o governo, como Luciano Hang (Havan), Meyer Nigri (Tecnisa), Flávio Rocha (Riachuelo), Sebastião Bomfim (Centauro) e Washington Cinel (Gocil).

Os empresários foram ao Palácio do Planalto para participar de um almoço com o presidente e alguns ministros em sinal de aceno ao presidente.

Não foi informada a identidade do servidor diagnosticado com Covid-19. Os integrantes do comitê foram avisados do resultado do teste na noite desta quarta por meio de mensagem de WhatsApp.

Bolsonaro, Braga Netto e os empresários entraram na sala sem máscara. A rápida visita foi transmitida ao vivo pelo secretário de Comunicação Social da Presidência, Fabio Wajngarten, que foi oficialmente o primeiro integrante do governo a ter teste positivo de coronavírus.

Braga Netto, que coordena o gabinete de crise, fez uma breve apresentação do comitê e criticou a imprensa por, segundo ele, fazer cobertura negativa da pandemia.

Desde a chegada do vírus ao Brasil, Bolsonaro tem descumprido orientações de autoridades sanitárias e promovido aglomerações ao visitar pontos de comércio de Brasília e cumprimentar apoiadores. Exemplos desse tipo ocorrem inclusive nas solenidades no Palácio do Planalto.

Na desta quarta, em que foram empossados dois novos ministros, poucos estavam de máscara ou obedeceram as orientações de distanciamento. Também houve abraços, cochichos e compartilhamentos de objetivos, como canetas.

Procurada, a Casa Civil não respondeu à reportagem.