(Foto: Banda B)

Apoiadores do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) em Curitiba se reuniram na noite deste domingo, 28, em frente aos prédios da Justiça Federal e da Polícia Federal – respectivamente, o órgão que condenou o ex-presidente Luiz Inácio da Silva no âmbito da Operação Lava Jato e o que o mantém preso desde abril.

Desde as 17h, horário de fechamento das urnas, um grupo se concentrou em frente ao local de trabalho do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações da primeira instância da Lava Jato, onde fizeram manifestações de apoio à Bolsonaro em um carro de som. Eles cantaram o Hino Nacional e gritaram palavras de ordem contra o PT. Um boneco inflável imitando Lula vestido de presidiário foi montado no local.

Na Polícia Federal, apoiadores de Bolsonaro dividiram o espaço com os poucos manifestantes pró-PT que se mantiveram no local para o tradicional “boa noite” ao ex-presidente Lula.

Por orientações da direção do PT, a maioria dos manifestantes favoráveis ao partido acompanharam a apuração em outro locais da cidade e não na vigília mantida na PF desde que Lula foi preso.

Em contrapartida, apoiadores de Bolsonaro estiveram na PF para comemorar a vitória. Soltaram fogos de artifício e gritaram palavras de ordem contra o ex-presidente do PT.