O desaparecimento de Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni completa cinco dias e não há pistas sobre o paradeiro da vítima. A jovem sumiu em Erechim, cidade a 370 quilômetros da capital Porto Alegre.

(Foto: Reprodução)

 

Na manhã desta quarta-feira (21), as equipes da Polícia Civil do Rio Grande do Sul e também da Tigre do Paraná seguem levantando provas que possam indicar o local onde a médica ginecologista de 30 anos está.

As linhas de investigação são várias, a Polícia Civil ainda não repassou detalhes para não atrapalhar e manter a integridade da vítima.

O caso é tratado como sequestro, mas não houve pedido de resgate até o momento ou há uma negociação com os criminosos para libertar a filha do prefeito de Laranjeiras do Sul, Berto Silva.

O desaparecimento aconteceu no dia 16 de outubro, sexta-feira passada, e desde então buscas são realizadas por toda a cidade de Erechim – que tem pouco mais de 105 mil habitantes.

A Polícia conta também com apoio da população para conseguir informações sobre o caso.

Em Laranjeiras do Sul, centenas de moradores foram às ruas em oração e fizeram vigília por várias horas.

Para mais informações sobre a região Oeste acesse o Catve.com clicando aqui.