O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Marcelo Fachinello (Pode), anunciou nesta segunda-feira (27) que a Corregedoria da Casa foi notificada formalmente sobre a prisão da vereadora Maria Leticia (PV) por suspeita de embriaguez ao volante e desacato. A Corregedoria será responsável por apurar e apontar se ela feriu o Regimento Interno e o Código de Ética e Decoro Parlamentar.

Fachinello afirmou durante a sessão plenária que expediu um ofício endereçado ao corregedor da Câmara, o vereador Ezequias Barros (PMB). “Os atos caracterizam, em tese, infração ético-disciplinar. […] Esse poder legislativo… E aqui tenho certeza, falo em nome de todos os vereadores, afirma-se o compromisso com a legalidade mediante ao estrito respeito à Constituição Federal e às leis brasileiras, bem como reafirma-se o compromisso com a segurança no trânsito e o respeito à vida das pessoas que vivem em nossa cidade”, disse o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, que também destacou que Maria Letícia terá direito à ampla defesa.

fachinello
O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Marcelo Fachinello – Foto: Reprodução/YouTube/CMC

Segundo o vereador, após análise, a Corregedoria pode optar por arquivar o processo ou encaminhá-lo ao Conselho de Ética da Câmara. O primeiro procedimento investigativo deve durar 30 dias.

“É um fato grave. Foi um acidente de trânsito, sem dúvida nenhuma. Mas é preciso averiguar todos os fatos e ouvir a vereadora. Não tive contato com ela ainda. Ela também está respondendo ao inquérito policial”, acrescentou Fachinello durante coletiva de imprensa.

Câmara Municipal de Curitiba já havia informado que a conduta de Maria Leticia seria investigada e que ela poderia ser responsabilizada internamente. “Todo e qualquer ato que ofenda a legislação, em especial aqueles que coloquem em risco a incolumidade pública, serão investigados e responsabilizados na forma do Regimento Interno, sem prejuízo da apuração nas demais instâncias competentes”, disse a Câmara, em nota.

A prisão

Maria Letica foi detida poucas horas após se envolver em um acidente de trânsito na Alameda Augusto Stellfeld, na região central de Curitiba. De acordo com o boletim de ocorrência ao qual a Banda B teve acesso, era por volta das 20h quando a parlamentar bateu o carro que dirigia contra um automóvel estacionado. Ela estava com uma assessora no veículo.

Após a batida, a Polícia Militar (PM) foi acionada e compareceu ao local. Ela foi presa por suspeita de embriaguez ao volante e desacato. No registro da ocorrência, consta que a vereadora “tentou funcionar o veículo para se evadir [fugir] do local, mas foi contida pela equipe policial, que desligou o veículo”.

Maria Leticia também teria se recusado a entregar as chaves do seu carro, respondido que não as entregaria porque é vereadora e dito que os policiais iriam “se ferrar”. Uma testemunha relatou ainda que ela tentou fugir antes da chegada dos policiais.

Os agentes que atenderam à ocorrência apontaram para a “intensa agressividade” e “inquietação da vereadora”, que teria dado chutes e socos no interior da viatura. Algemada, passou a se debater no “camburão” da viatura. Em seguida, os policiais ofereceram o teste de bafômetro à Maria, mas ela recusou – o que motivou a prisão. No boletim, diz também que ela apresentava “hálito etílico, olhos vermelhos, desordens nas vestes, agressividade, arrogância, exaltação, ironia, falante e andar cambaleante”.

Os servidores também relataram que a vereadora os chamou de “covardes” e se dirigido ao motorista da viatura como “lixo e assediador”.

Já na delegacia, admitiu a um policial civil que havia ingerido bebida alcoólica, segundo o boletim de ocorrência. “Foi ouvido a senhora Maria Leticia falar para sua advogada que ‘nem tinha bebido tanto assim’”, prossegue a descrição da ocorrência. Além disso, um copo plástico que estava no suporte da porta do carro da vereadora foi apreendido.

Em nota, a assessoria da parlamentar disse, porém, que ela foi vítima de um acidente de trânsito após passar mal: “Na noite deste sábado (25) a vereadora Maria Leticia (PV) foi vítima de um acidente de carro em Curitiba após passar mal. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar (PM) e ninguém ficou ferido”.

A parlamentar, contudo, foi beneficiada pela concessão de liberdade provisória na noite de domingo (26).

Ela deve passar por uma audiência de custódia no início da tarde desta segunda-feira (27).

Show open bar

A vereadora esteve no show open bar da cantora Ludmilla antes de ser detida. Uma imagem obtida pela Banda B mostra Maria Leticia ao lado de uma influenciadora, cuja foto foi divulgada no próprio perfil dela do Instagram. Ao divulgar a imagem, a vereadora escreveu: “Com [perfil da influenciadora] no show da @ludmilla”. Ela estava em um espaço reservado para influenciadores e outras personalidades influentes.

vereadora-maria-leticia-presa-embriaguez-ao-volante-show-ludmilla
A vereadora Maria Leticia (PV) ao lado de inlfuenciadora no show da cantora Ludmilla – Foto: Reprodução/Instagram

Ludmilla trouxe a Curitiba, neste final de semana, a turnê Numanice, que teve os ingressos esgotados e contou com a presença de mais de 10 mil pessoas. O evento, que disponibilizou um setor open bar (consumo livre de bebidas), também teve participação dos cantores Gabriel Pensador, Jorge Vercillo e Mr. Dan. Os portões foram abertos por volta das 14h.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Corregedoria da Câmara de Curitiba é notificada sobre prisão de Maria Leticia e presidência fala em infração ético-disciplinar

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.