O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou na noite desta terça-feira (17) um vídeo em que Vladimir Putin, presidente da Rússia, tece elogios às “qualidades masculinas”, à “coragem” e à “determinação” do brasileiro.

De acordo com a publicação, Putin se dirigiu a Bolsonaro no encerramento da cúpula dos Brics, bloco que, além de Brasil e Rússia, inclui Índia, China e África do Sul. A fala do presidente russo foi traduzida pela equipe de Bolsonaro.

Putin ouve Bolsonaro no Brics – Foto Kremlim

“Muito obrigado, sr. presidente Bolsonaro. Não foi fácil para todos nós trabalharmos este ano, mas você também enfrentou pessoalmente esta infecção e passou pelas provações com muita coragem. Desejo a você tudo de melhor, em primeiro lugar, saúde”, disse Putin, em referência à contaminação de Bolsonaro pelo coronavírus, em julho.

Em várias ocasiões, antes e depois da contaminação, Bolsonaro minimizou a gravidade da pandemia classificando a Covid-19 como “gripezinha” e “resfriadinho”, defendeu o uso de medicamentos sem eficácia comprovada por evidências científicas e chegou a dizer que seu “histórico de atleta” o faria mais resistente ao vírus.

“Todos nós vimos como não foi fácil para o senhor”, continuou o presidente russo, segundo o vídeo legendado pela equipe de Bolsonaro. “O senhor expressou as melhores qualidades masculinas e de determinação. O senhor foi buscar a solução de todas as questões, antes de tudo na base nos interesses do seu povo, seu país, deixando para depois as soluções ligadas aos problemas de sua saúde pessoal.”

“Isso é para todos nós um exemplo de relacionamento corajoso com o cumprimento do seu dever e a execução de suas obrigações na qualidade de chefe de Estado”, acrescentou Putin.

O vídeo publicado por Bolsonaro teve ampla repercussão nas redes sociais e, na manhã desta quarta-feira (18), os termos “Rússia” e “Putin” figuravam na lista de assuntos mais comentados do Twitter.

As reações, contudo, foram bastante polarizadas. Sites da direita bolsonarista, alguns deles ligados a práticas de compartilhamento de notícias falsas favoráveis ao presidente, relataram a fala do presidente russo como um sinal de que Bolsonaro está “gradativamente conseguindo obter o reconhecimento mundial”.

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) também elogiou o presidente brasileiro. Segundo ela, as palavras de Putin “demonstram respeito” por Bolsonaro “e pela forma corajosa como ele tem lidado com a pandemia e problemas do Brasil”.

“Parabéns, Presidente! Tem gente aqui precisando aprender”, escreveu a deputada.

Do outro lado, internautas críticos ao governo Bolsonaro fizeram memes sobre o presidente. Em alguns deles, o presidente foi chamado de “viúva de [Donald] Trump”, em referência à derrota do líder republicano nas eleições americanas, em que concorria à reeleição.

“Bolsonaro tá de novo novo. Vocês viram?”, tuitou o ex-prefeito de São Paulo e ex-candidato à Presidência Fernando Haddad (PT).

Parte das piadas contra o presidente brasileiro se apoiaram na expressão “qualidades masculinas” utilizada na tradução feita pela equipe de Bolsonaro. A Sputnik Brasil, braço local da agência de notícias russa, traduziu esse trecho da fala de Putin como “hombridade”.