O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, afirmou neste sábado (14) que avalia antecipar em uma semana o segundo turno das eleições em Macapá (AP) após pedido de candidatos.

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do estado sugeriu que o pleito seja realizado em 13 e 27 de dezembro (primeiro e segundo turnos). A região sofre com problemas de abastecimento de energia elétrica e teve que suspender a votação.

 

Foto: Divulgação STF

 

“Recebi diversos pedidos de candidatos para antecipar a data, que foi marcada após consulta ao TSE. Os profissionais de tecnologia da informação pediram o máximo de tempo possível, mas diante do pedido vamos verificar a possibilidade de antecipar em uma semana”, disse o ministro.

Caso seja antecipado, o segundo turno ocorrerá apenas uma semana depois do primeiro. “Não é uma decisão jurídica, é técnica. É uma situação que tem um componente de aleatoriedade, dependemos do restabelecimento da energia elétrica. Se for possível, o ideal é que tivessem duas semanas entre o primeiro e o segundo turnos”, ressaltou Barroso.

Mesmo com a crise sanitária, o ministro disse esperar nível mínimo de abstenção. “Podemos ter um paradoxo de que, apesar da pandemia, tenhamos comparecimento maior que nos anos anteriores. Temos razões para acreditar que a sociedade tem mais ânsia de participar que nos pleitos passados”, afirmou.