Por Luiz Henrique de Oliveira e Daniela Sevieri

bolsonaro dentroCentenas se reuniram para recepcionar Jair Bolsonaro (Fotos: Daniela Sevieri – Banda B)

Aos gritos de ‘presidente’, o polêmico deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi recebido por centenas de simpatizantes na noite desta quinta-feira (3), no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O lutador de MMA, Wanderlei Silva, marcou presença no saguão e foi um dos que carregou o parlamentar nos ombros.

“Quero mostrar meu apoio ao Bolsonaro que está tentando fazer um Brasil decente. Não podemos mais aceitar o que estão fazendo com o nosso país. Não estou apoiando direita ou esquerda, o que eu quero é que nosso país mude”, disse Wanderlei em entrevista à Banda B.

bolsonaro dentro 2(Foto: Daniela Sevieri – Banda B)

Também marcou presença na recepção o deputado federal Fernando Francischini (SD). Bolsonaro está na capital por um convite do ex-secretário de Segurança Pública, que ontem foi citado em reportagem da Istoé por cobrar de empreiteiros para não serem convocados na CPI da Petrobras.

O parlamentar participará de um café da manhã na Igreja do Evangelho Quadrangular e, em seguida, de um seminário com Guardas Municipais na Assembleia Legislativa do Paraná, referente ao porte de armas.

‘Bolsomito’

Os organizadores do evento chamaram o parlamentar de ‘Bolsomito’. Ertilio Pazinato, organizador da recepção, disse que Bolsonaro é um fenômeno de popularidade. “Viemos recepcioná-lo, como se faz em todo Brasil. É o mito”, afirmou.

O adolescente Tales Paulo Franqueto, de 16 anos, veio de Paranaguá receber, segundo ele, o futuro presidente do Brasil. “Ele é um cara indepentende, que nunca foi envolvido em corrupção. É um mito”,falou o garoto, que estava no aeroporto com a mãe, Rosângela Franqueto. “É fantástico ele ter a opinião dele. Que todos com a idade dele tivesse essa postura”, orgulhou-se.

Discurso

Bolsonaro não atendeu a imprensa, mas discursou para o público. Ele disse que o governo Dilma (PT) precisa de porrada e, em seguida, foi carregado pelos fieis seguidores. “Um aviso para Lula e Dilma, peguem o aviãozinho que ainda dá tempo e fujam para Venezuela ou Cuba”, afirmou aos berros.

Polêmicas

Bolsonaro traz em sua bagagem dezenas de polêmicas, com insultos a mulheres e homossexuais. Ele disse, por exemplo, ser incapaz de amar um filho homossexual e que as mulheres deveriam ganhar menos que os homens, porque engravidam.