O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Luís Roberto Barroso, pediu que os brasileiros não deixem de votar neste domingo (15) e classificou como “triste e feio” períodos em os governantes não eram escolhidos pela população.

“Não deixe de votar. Era triste e feio o tempo em que não tínhamos esse direito. A sua cidade e o Brasil terão a cara de quem comparecer às urnas. Para exigir, é preciso participar. Seu voto tem poder. Faça a diferença”, disse em pronunciamento em cadeia de TV e rádio, na noite deste sábado (14).

 

Foto: Divulgação

 

Além disso, ele sugeriu que o eleitor faça uma escolha criteriosa de seus candidatos.

“Vote consciente. Selecione com cuidado o seu candidato. Ainda há tempo. Se informe acerca de sua seriedade e credibilidade. Na democracia, não existe nós e eles. Eles são aqueles que nós colocamos lá”, afirmou.

“Seja dono do seu destino. Qualquer que seja a sua convicção política, faça parte de uma corrente do bem. Ajude a fazer um país melhor e maior”, completou o presidente do TSE.

Barroso garantiu que a Justiça Eleitoral seguirá protocolos para evitar a transmissão do novo coronavírus na votação, mas pediu que os eleitores usem máscaras, que é obrigatório, levem sua própria caneta e mantenham distanciamento.