Toda a criança arteira sempre culpa o amigo ou vizinho pela bagunça feita. O outro é que é o culpado, nunca ele. O ex-presidente Jair Bolsonaro, numa estratégia de defesa infantil, disse em depoimento à Polícia Federal, que fez uma postagem na redes sociais à favor dos atos de vandalismo ocorridos em Brasília no dia 8 de janeiro, porque estava sob efeito de medicamentos. Talvez na história do Direito esse tenha sido o pior conselho dado por um advogado ao seu cliente. Soa como uma piada sem graça.

Piada parece ter sido a passagem de Lula por Portugal e Espanha. Uma tragédia do ponto de vista diplomático e de comunicação. Em Portugal, Lula foi duramente criticado por defender a Rússia que invadiu o território da Ucrânia e matou milhares de pessoas. Sofreu protestos nas ruas e dentro da Assembléia da República, e viu a Primeira-Dama, Janja da Silva, cometer um grave erro ao entrar em uma loja de luxo para fazer compras. E na Espanha, Lula resolveu atacar a criação do Estado de Israel. Uma coisa está clara, o Lula do passado não existe mais, e a cada discurso de improviso ele fica mais parecido com a ex-presidente Dilma.

lula e bolsonaro
Fotos: Reprodução Facebook

O governo sofreu derrotas importantes com a implantação de duas Comissões Parlamentares de Inquérito no Congresso Nacional. Uma para apurar os atos de vandalismo do dia 8 de janeiro e outra ara investigar as recentes invasões de terras e de prédios públicos pelo MST. Isso não vai terminar bem para o Governo, avaliam os parlamentares, que estão enxergando uma falta de articulação no Congresso, onde a oposição tem nadado a braçada.

Na CPI do 8 da janeiro, a cada reunião e coleta de informações, fica claro que o Ministro da Justiça, Flávio Dino, tinha informações, sabia do que estava acontecendo e nada fez para evitar aquela tragédia para a nossa democracia. Quanto ao Movimento dos Sem Terra, a busca é pelo rastro de dinheiro, por quem está financiando essas invasões, e promovendo a destruição de propriedades privadas e produtivas. Alguns acham que em breve vão encontrar o dedo de uma ala radical do próprio PT nisso tudo. Vamos ver no que vai dar.

Enquanto isso, no Paraná, o Ministério Público vai fazer um pente fino na vida do Prefeito de Araucária, Hissan Hussein. Este senhor de 65 anos, dono de um patrimônio de 14 milhões de reais, casou com uma adolescente de 16 anos. Depois de nomear a mãe da nova esposa e a cunhada, foi obrigado a exonerar ambas e ver investigações sobre nepotismo, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro serem reabertas depois da repercussão do seu casamento. Hussein ficou famoso da noite para o dia. Ganhou as manchetes dos principais jornais do país. Para uns ele é o velho da lancha que pegou a menininha, para outros não passa de um velho sem a mínima noção do que é certo e do que é errado. Agora ele vai precisar de um excelente advogado de defesa para escapar da encrenca que se meteu.

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Banda B.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Advogado de defesa

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.