A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, na manhã desta terça-feira (4), para deflagrar a operação “Terra Prometida 2”, contra grupo criminoso que praticava golpe na venda de imóveis no litoral do Estado. O vereador de Matinhos, José Fernando de Lima,  foi preso em cumprimento de mandado judicial. Ele ocupa hoje o cargo de 2º secretário da Câmara. A defesa ainda não se manifestou.

Vereador José Lima foi preso nesta terça-feira – reprodução

Cerca de 20 policiais civis participam da ação que tem o objetivo de cumprir nove mandados de prisão preventiva contra integrantes da quadrilha, em Matinhos, Guaratuba e Paranaguá, no litoral do Paraná.

Os suspeitos utilizavam documentos falsos para ludibriar vítimas e consumar as vendas. A quadrilha chegava a lavrar escrituras públicas de compra e venda dos imóveis fraudulentos no cartório de Mandirituba, cujo tabelião participaria ativamente dos golpes.

A associação criminosa seria comandada por Luisa Zaza Fernandes da Conceição, 48 anos, presa na primeira fase da operação, desencadeada em março deste ano. Na ocasião também foram presos o companheiro de Zaza, um tabelião, uma escrevente juramentada e um corretor de imóveis.

Os suspeitos irão responder pelos crimes de estelionato, associação criminosa, lavagem de dinheiro e loteamento irregular.

O delegado Fábio Machado irá apresentar o resultado da operação e fornecer detalhes da investigação para a imprensa, nesta terça-feira, no 1º Distrito Policial.