Um homem de 55 anos, suspeito de ser o autor dos tiros que mataram Bruno Aurélio Thomaz, de 30 anos, foi preso no interior do Paraná. O crime aconteceu no dia 27 de outubro desse ano, no Bairro Alto, em Curitiba. O homem foi preso na casa de parentes, em Engenheiro Beltrão, região Centro-Oeste do Estado.

Conforme apurado durante a investigação, a vítima e o suspeito teriam tido um desentendimento enquanto estavam em um bar, chegando a entrarem em luta corporal. Horas depois, o suspeito teria tentado atropelar a vítima. Ainda de acordo com a polícia, após tentar atropelar Thomaz, o homem teria ido até a sua residência, localizada no município de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Lá ele teria se armado e voltado para procurar pela vítima.

Bruno Thomaz foi morto no meio da rua – Foto: Arquivo Banda B

Desta vez, no mesmo dia, os dois teriam se encontrado em um outro bar da região. Segundo relatos de testemunhas, a vítima chegou a comentar que o homem teria tentado atropelá-lo mais cedo. O suspeito teria saído do bar e a vítima teria ido atrás tirar “satisfações” sobre o ocorrido. Thomaz então foi surpreendido com disparos que vieram de dentro do carro, na frente do estabelecimento. Após os disparos, o homem teria fugido do local no banco do passageiro de um veículo Uno.

O mesmo carro foi encontrado próximo à residência onde o investigado estava escondido. O homem, com antecedentes criminais por lesão corporal e maria da penha, foi transferido para Curitiba, onde encontra-se preso à disposição da Justiça. Nada de ilícito foi encontrado na casa do suspeito na RMC durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão.