A Polícia Civil do Paraná (PCPR) indiciou mãe e padrasto por registro e armazenamento de material pornográfico de menina de 10 anos, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, na segunda-feira (24).

Foto: Divulgação Polícia Civil

Os suspeitos estão presos preventivamente desde o dia 5 de agosto por estupro de vulnerável.

O material foi encontrado no celular da mulher e apresenta imagens pornográficas da criança e áudios sobre o estupro. A mãe da vítima, de 25 anos, e o padrasto, de 32, estão sujeitos a até oito anos de prisão pelo crime de armazenamento do material ilícito, além da pena pelo estupro.